O museu para quem quer conhecer melhor o habitat do sertão

Diversos olhares sobre a obra de Luiz Gonzaga e a cultura do interior do Recife. Essa é a proposta do Museu Cais do Sertão, um dos maiores e mais importantes centros culturais, instalado no antigo Armazém 10 do Porto do Recife e inaugurado recentemente.

 Um grupo de especialistas ficou com a missão de conceber e desenvolver o museu. Vem do antropólogo e poeta Antonio Risério a ideia original, enquanto a curadoria e direção de criação são da pernambucana Isa Grinspum Ferraz, que trouxe para o Cais do Sertão o conceito de um espaço dinâmico de convivência, diversão e conhecimento, polo gerador de novas ideias e vivências.

Além de objetos e a obra completa de Luiz Gonzaga, há um espaço para experiências sensoriais e audiovisuais, um galpão onde a vida sertaneja é exposta com variados recursos, os falares do Sertão e a história do cordel.

 Serviço:

– Horário: das 13h às 17h;
– Aberto: de terça a domingo;
– Segunda-feira: fechado; terça-feira: gratuito;
– Ingressos: R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia-entrada).

Saiba mais curtindo a página oficial do museu. 

Informações: http://caisdosertao.com.br/

Fotos: Alef Pontes / NE10

O Dingbat Cogobó

 

As imagens que ilustram esse posts são Dingbats. Para quem não conhece, tratam-se de fontes que utilizam símbolos e/ou ícones ao invés de letras e números. Hoje vamos falar um pouco mais sobre um dingbat diferente aqui no blog Saccaro: o Dingbat Cobogó.

 A partir de uma pesquisa iconográfica, que foi realizada pelo fotógrafo e designer Josivan Rodrigues, o designer gráfico Guilherme Luigi, graduado na Universidade Federal de Pernambuco,sintetizou imagens de 36 cobogós em símbolos para a criação do Dingbat Cobogó.

 

 O projeto se focou na descoberta da construção geométrica por trás de cada cobogó e seu comportamento quando agrupado  formando os famosos “panos” tão presentes na paisagem urbana brasileira.

 

Disponibilizada para download gratuitamente, a fonte pode ser utilizada em qualquer  programa com editor de texto. A intenção do projeto é popularizar o acesso dessa gráfica da cidade para o uso comum além de preservar sua memória. http://dingbatcobogo.com.br

Cada colher com sua função – design e funcionalidade para seu habitat

Amamos ideias que trazem mais design para o nosso habitat – para a nossa rotina e os objetos que fazem parte dela. O post de hoje traz uma novidade que se enquadra exatamente nisso. Ineke Hans, designer da Holanda, criou uma coleção de colheres bem diferente: cada uma tem sua própria utilidade. Uma inovação – principalmente para aqueles que sempre pensaram que “colher é tudo igual”.

A coleção de colheres vem em uma bandejinha especial e deve ser destacada dela para utilização. Abaixo listadas, as funções de cada uma das colheres:

– colher para alimentos mais delicados, que podem se desfazer

– garfo pontiagudo, ideal para retirar alimentos de frascos (azeitonas, alcaparras…)

 

– colher perfurada que pesca pequenos itens drenando o seu líquido

– colher para retirar patês do fundo de recipientes

– colher para geleias

O conjunto, feito para a Royal VKB, está disponível nas cores vermelho, preto, rosa, amarelo e roxo .

 

Interessante ou obsoleto? Coloque sua opinião nos comentários!

Imagens via: divulgação |  Informações: Casa Vogue

Natureza preservada: conheça o resort de luxo Txai

Imagine 92 hectares de uma terra que foi uma fazenda de cacau e coco e transformou-se em um paraíso do turismo que pretende ser preservado.

 Com mais de uma década de existência, o Txai oferece um “cardápio” de confortos e atividades que só deixa melhor o que já é bom e bonito por natureza: o litoral da Bahia.

 Hoje, além da hospedagem, tem terrenos e casas para vender.  Ele está na categoria “resort de luxo”. Entrega exclusividade e, para isso, aposta em serviço. Tem um staff de 150 pessoas. A proposta “luxo” vem junto da palavrinha “rusticidade”. Espere encontrar um lugar lindo, bem-decorado e repleto de mimos e confortos, mas que passa longe do concreto, de construções monstruosas e demasiadamente ostensivas.

 Se interessou? Quer saber mais? Leia a matéria completa na nova edição da Revista Saccaro CasaS, que você confere clicando aqui.

Um hotel no meio do habitat selvagem

Existem diversos pacotes de viagem que levam turistas para o meio da natureza selvagem, para conhecer o habitat de diversos animais, ver plantas diferentes e viver uma verdadeira aventura. A família Biden, proprietária da rede The Royal Portfolio, foi além – e mostrou que não brinca quando o assunto é fazer uma imersão em um habitat diferente: o  Royal Malewane fica DENTRO de uma reserva natural!

Localizado na África do Sul, o objetivo desse hotel, que tem apenas seis quartos e duas suítes, é manter os animais como maioria absoluta na região. Há diversos profissionais na equipe, que são treinados para proporcionar momentos únicos para os turistas – e cuidar do bem-estar e da preservação das espécies que vivem ali.

 

Além do contato direto com os bichos, o hotel não deixa a desejar no quesito “luxo & conforto”. Há SPA com diversos banhos e massagens africanas, refeições ao ar livre (em cenários belíssimos) e até passeios de balão.

Tem interesse em acompanhar a vida de elefantes, rinocerontes, leões? Acesse o site http://www.royalmalewane.com/ para saber mais.

Imagens via: divulgação

Inspiração em páginas: livro Cobogós Pernambucanos

O cobogó (ou combogó, como alguns preferem chamar este elemento vazado) é uma solução criativa que é largamente utilizada. Está presente nas mais diversas edificações do estado de Pernambuco e do Brasil, seja na arquitetura oficial, com seu uso expressivo em extensos panos, assim como no uso vernacular, decorando fachadas e muros baixos com sua beleza despretensiosa.

De tão recorrente, o material acabou por motivar o interesse por uma investigação estético fotográfica –  a partir de uma abordagem tipológica -, contemplando sua diversidade e formas presente nos exemplares da arquitetura local.

A ideia inicial foi desenvolvida com a participação de Antenor Vieira, professor, arquiteto e pesquisador, que mostra a importância do surgimento do cobogó em Pernambuco, seus antecedentes e desdobramentos, e de Cristiano Borba, arquiteto e pesquisador, que situa a invenção no panorama da arquitetura moderna nacional. Ambos emprestam seus olhares para trazer informações preciosas e compreender a importância do surgimento e do desenvolvimento deste produto em Pernambuco.

Para saber mais, clique aqui.

E para conferir a inspiração do cobogó transformada em design, assista o novo comercial da Saccaro:

 

Lançamento da coleção Saccaro 2014 em Curitiba

A franquia Saccaro Curitiba, junto com o Studio Jomar de Mello, ofereceu na noite de ontem, um jantar especial para clientes que acompanharam em primeira mão o lançamento da coleção 2014 da marca.

A vitrine de outono foi ambientada e assinada por este conceituado escritório de arquitetura. O posicionamento vanguardista do Studio JM veio marcado por uma ambientação fashionista, urbana e plural. Esta ação tem por objetivo unir vários tipos de artes e contou com intervenções culturais tanto no projeto deste espaço quanto durante o evento.

Além do menu especialmente desenvolvido para a ocasião o evento ainda contou com um momento onde artista e convidados fizeram juntos uma action painting que reuniu todos na criação de uma obra sob a curadoria da artista plástica Sila Lima.

O evento teve o apoio dos parceiros do Studio, marcas importantes do mercado do luxo: Anna Pegova, Casa da França, Empório Armani, Veuve Clicquot e W Crystal.

Franqueado Saccaro Curitiba, Reinaldo Vido

Arquiteto Jomar de Mello

Reinaldo Vido, Bia Moreira e Jomar de Mello

Lançamento: nova campanha Saccaro

As transparências da arquitetura pernambucana. A brisa que transpassa a superfície vazada. A luz quente e quase branca do habitat nordestino.

Tudo isto foi inspiração para o novo design de Roque Frizzo. Poltrona Cobogó, lançamento Saccaro.

A poltrona Cobogó, de couro vazado cortado a laser, faz referência aos cobogós pernambucanos.  Nas palavras do designer Roque Frizzo, responsável pela peça: “uma mistura bem equilibrada de tecnologia e artesania”.

 Confira o vídeo em primeira mão. Dê o play e inspire-se!

Sofisticado e inteligente.  Simples e eficiente. Complexo e instigante.