Saccaro presente na Casa Cor RS

Um espaço especial para receber um seleto grupo de amigos, escutar boa música em vinil, conversar, ler, beber e contemplar obras de arte. Essa é a proposta do Anexo Social, ambiente dos arquitetos Graziella Yllana e Rodolfo De Conto Hecher para a Casa Cor RS 2014.

O ambiente ganhou o prêmio de Melhor Projeto Casa Cor 2014, na categoria até 39m2.

Destaque para a Saccaro, que através da franquia de Porto Alegre, participa deste ambiente com Sofá Tez, Poltronas Scandia e Cobogó, Mesa de centro Croma, Bancos Birillo, Mesa lateral Vitruvio, Buffet Diamante e Puffs Punta Arenas.

Crédito das imagens: Eduardo Liotti

Equipe Saccaro

Designers suecos criam louça que não precisa ser lavada

Lavar a louça pode, em breve, ser uma tarefa do passado. O estúdio sueco de design Tomorrow Machine, em parceria com o Instituto Real de Tecnologia de Estocolmo, desenvolveu utensílios domésticos auto limpáveis.

Além de não ter mais que lavar a louça todos os dias, a invenção também ajuda a poupar água, energia e o bolso no fim do mês.

Os objetos foram revestidos com um tipo de cera dissolvida por alta pressão e temperatura que faz com que a comida não adira ao recipiente. A nanoestrutura do material repele a água como um imã.

A ideia surgiu quando a equipe de designers da Tomorrow Machine foi desafiada pela Federação Sueca das Indústrias Florestais a desenvolver um produto futurístico a partir da celulose extraída das árvores.

Assista o vídeo e se surpreenda:


Fonte

Ambientalista reaproveita materiais e constrói casa na árvore dos sonhos em meio à natureza

Quando comprou um terreno todo arborizado logo atrás de sua casa, em Atlanta, a única certeza de Peter Bahouth era a de que não derrubaria as plantas. A preservação do meio ambiente sempre foi um tema sensível ao historiador, advogado e ex-diretor do Greenpeace.

E foi com o amor pela natureza e as memórias de infância como inspiração que Peter aproveitou a área para construir essa encantadora casa na árvore. Recheada de materiais reaproveitados, antiguidades e relíquias pessoais do dono, a casa conta com 3 cômodos. Para passar de um ao outro, o caminho é uma pequena ponte de madeira suspensa.

O primeiro cômodo é uma sala de estar chamada de Mind (“Mente”, em português), com cadeiras e poltronas para os convidados se aconchegarem. O segundo se chama Body (“Corpo”) e nele tem uma cama que pode ser deslizada para fora da casa, como forma de apreciar melhor a cúpula das árvores. E o último, que recebeu o nome de Spirit (“Espírito”), nada mais é do que uma plataforma redonda com uma vista incrível do por do sol.

A casa tem ainda redes para tirar um cochilo e alvos para jogar dardos. É ou não é o lugar perfeito para receber amigos e curtir a natureza de pertinho?

Fonte

As escolas flutuantes e a possibilidade de ensino através da diversidade

Para lidar com o problema de constantes inundações na região de Makoko, na Nigéria, o arquiteto Kunie Adeyemi, da NLE, projetou escolas sustentáveis e flutuantes que podem abrigar até 100 crianças cada uma e que funcionam independentemente de fenômenos naturais.

A estrutura, que tem 10 metros de altura e três andares, é construída sobre uma base de 32 metros quadrados, que flutua em 256 tambores reaproveitados. Toda em madeira reutilizada, a escola conta com playground, área de lazer, salas de aula e espaços para aula ao ar livre.

Para não precisar depender da luz e da água que está disponível em terra firme, o arquiteto optou por implementar na escola flutuante painéis solares e um sistema para captar a água da chuva, que é filtrada e usada nos banheiros.

Com as escolas flutuantes, as crianças da região não ficam sem aulas mesmo em períodos de alagamento, podendo chegar até o local usando barcos. Com foco na sustentabilidade, as escolas flutuantes pensadas por Kunie Adeyemi custam menos do que aquelas construídas em terra firme.

Veja só essas imagens:

Fonte