O jogo de coberturas metálicas de diferentes tons faz do novo museu da biodiversidade do Panamá um dos projetos mais vibrantes de Frank Gehry

Estruturas curvas e arrojadas, geralmente de metal, são a marca dos projetos Frank Gehry. Mas as formas ganharam algo de novo: cores. Gehry brinca com cores primárias e secundárias simples. Azul, vermelho, amarelo e verde pintam as coberturas metálicas do Biomuseo, no Panamá. Visto de longe, o edifício mais parece um brinquedo lúdico, destacado pela vegetação abundante de um parque de 6 acres. O enorme prédio abriga o museu da biodiversidade, que, em outubro, começou a funcionar como centro educacional para crianças e jovens do país. Trata-se do primeiro projeto de Gehry na América Latina.

Se as cores transformaram o local, uma península nos arredores da Cidade do Panamá, em um destino vibrante, as formas da cobertura têm uma razão mais focada na funcionalidade. A região é frequentemente atingida por chuvas e fortes ventos, por isso o desenho do telhado foi pensado para potencializar a proteção aos visitantes. Chamada de Amador, a área servia, no passado, de base para o exército americano. O museu fica na ponta da península, com vista para a Cidade e a Baía do Panamá a leste e para o Oceano Pacífico que entra no Canal do Panamá a oeste.

História natural

O edifício é composto por oito galerias, que introduzem os visitantes ao conceito de biodiversidade, apresentam os meios-ambientes do Panamá e tratam de história natural e geológica. O conjunto explica como as forças naturais afetaram a vida dos seres humanos e a importância da conexão entre espécies vegetais e animais. O Panamá é um dos lugares com maior biodiversidade do mundo. “A formação do istmo, a barreira entre os oceanos Pacífico e Atlântico, há pelo menos 2 mil anos, fez com que cada um dos lados se desenvolvesse em direções completamente diferentes”, explica o dr. Anthony Coates, cientista consultor do Biomuseo e membro fundador do Panamá Geology Project do STRI. A separação dos oceanos resultou em mudanças em todo o planeta. No oeste da África, por exemplo, as florestas tropicais viraram savanas, forçando primatas a viverem no solo. A conexão também permitiu a migração de animais e plantas entre Américas do Norte e do Sul, inclusive dos primeiros seres humanos no continente. “Vemos a oportunidade do Panamá se tornar um centro global de exploração e conservação da biodiversidade”, diz María del Pilar Arosemena de Alemán, presidente da Fundação Amador.

O próprio Gehry declarou a importância da existência do museu nesta localização. “Este é um projeto de valor pessoal para mim. Eu tenho fortes vínculos com o povo do Panamá e acredito que todos nós deveríamos estar tentando preservar a biodiversidade, ameaçada em todo o mundo. Espero que o design faça uma real contribuição ao sucesso do importante trabalho do Biomuseo”, disse. O escritório Gehry Partner trabalha com um sofisticado programa de modelos 3D, originalmente criado para a indústria de naves espaciais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: bamboonet

 

Exposição Salvador Dalí no Instituto Tomie Ohtake em São Paulo

A exposição que foi visitada por quase 1 milhão de pessoas em menos de quatro meses no Rio de Janeiro está em São Paulo. O público pode conferir no Instituto Tomie Ohtake a mostra sobre a vida e a obra de Salvador Dalí (1904-1989).

Além dos trabalhos exibidos na versão carioca, a exposição chega à capital paulista com cinco novas obras provenientes da Fundação Gala-Salvador Dalí e outras duas do Museu Reina Sofia, instituições detentoras de 90% dos trabalhos expostos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um catálogo especial acompanha a exposição, que aborda as 218 peças apresentadas, assim como a recepção crítica entre escritores e especialistas de grande renome, como Eliane Robert Moraes, Paulo Miyada e Veronica Stigger.

A retrospectiva de Dalí, foi organizada para convidar o público a mergulhar por um universo onírico, simbólico e fantasioso. O conjunto de peças é formado por 24 pinturas, 135 trabalhos entre desenhos e gravuras, 40 documentos, 15 fotografias e quatro filmes. O espectador terá contato com a produção de Dalí desde os anos 1920 até seus últimos trabalhos, proporcionando ao visitante uma clara percepção de sua evolução, não só técnica, mas de suas influências, recursos temáticos, referências ideológicas e simbolismos.

A fase surrealista, que deu fama mundial ao catalão, será retratada em telas que apresentam seu método paranoico-crítico de representação, com obras muito significativas como “O Sentimento de Velocidade” (1931), “Monumento imperial à mulher-menina” (1929), “Figura e drapeado em uma paisagem” (1935) e “Paisagem pagã média” (1937).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O público também poderá conferir a contribuição de Dalí para o cinema. Os filmes “O Cão Andaluz” (1929) e “A Idade do Ouro” (1930), codirigidos por Salvador Dalí e Luís Buñel, e “Quando Fala o Coração” (1945), de Alfred Hitchcock, cujas cenas do sonho foram desenhadas pelo artista, serão apresentados no espaço expositivo.

Duas mostras de cinema acontecem em paralelo à exposição: a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e a mostra Surrealismo no Cinema, organizada pelo Museu da Imagem e do Som (MIS), entre os dias 16 e 21 de dezembro.

O acervo apresenta documentos e livros da biblioteca particular de Dalí, proporcionando ao visitante uma viagem biográfica e artística pela carreira do pintor.

 

 

Salvador Dalí @ São Paulo

Período: de 19 de outubro de 2014 a 11 de janeiro de 2015

De terça a domingo, das 11h às 20h

Instituto Tomie Ohtake – Avenida Faria Lima, 201 (entrada pela Rua Coropés, 88), Pinheiros

(11) 2245-1900

Entrada gratuita por sistema de senhas: distribuição das 10h às 18h (terça a domingo) na entrada do Instituto Tomie Ohtake; no máximo duas senhas por pessoa, com opção a três horários de visitação, 11h, 14h e 17h, e somente para o dia em que forem retiradas; última entrada às 18h

+ institutotomieohtake.org.br

 

fonte: http://ffw.com.br/


			

COXINHA DE BRIGADEIRO COM MORANGO

O chef Kadu Barros, um apaixonado por confeitaria, revela sua receita de coxinha de brigadeiro recheada com morango, uma experiência gastronômica que nasceu em um encontro de família.
“Tínhamos o brigadeiro, os morangos e o nosso amor por coxinha. Então, pensei em juntar as três combinações e ver no que dava. Brigadeiro com morango já existe, porém, em formato de coxinha, com um morango inteiro dentro, nunca tinha visto”, conta.

De acordo com o chef, a sobremesa é gourmet, porque a receita do brigadeiro é especial. “Coloco creme de leite e sal para dar equilíbrio ao doce e deixá-lo suave”, revela o segredo.

Abaixo, confira a receita completa do brigadeiro de coxinha do chef Kadu Barros:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes:

– 3 latas de leite condensado
– 1 lata de creme de leite
– 2 colheres de manteiga
– 1 pitada de sal
– 4 colheres de chocolate em pó

Modo de preparo:

– Coloque todos os ingredientes em uma panela e misture bem;
– Leve ao fogo por aproximadamente 35 minutos sem deixar de mexer para a mistura não queimar no fundo;

Dica: o segredo do ponto certo é observar se o doce já está descolando do fundo da panela.

– Despeje o doce em um recipiente e leve para geladeira por duas horas;
– Depois de frio, pegue uma colher de sopa do brigadeiro e abra a massa na palma da mão;
– Coloque um morango inteiro dentro da massa;
– Com outra medida da colher de brigadeiro, cubra o morango;
– Para este próximo passo, use suas habilidades manuais e molde o brigadeiro em formato de coxinha;
– E por fim, é só passar a coxinha de brigadeiro no granulado.

Que tal experimentar esta delícia no final de semana?

Equipe Saccaro.

RECEITA DE MINIBROWNIE

Para iniciar bem essa manhã de quarta-feira a Saccaro disponibiliza uma receita rápida, fácil e super deliciosa de Minibrownie.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rendimento: 10 bolinhos (em xícaras de café)
Tempo de preparo 1h05 min

Ingredientes
2 xícaras (chá) de açúcar;
1 xícara (chá) de farinha de trigo;
4 ovos;
1 colher de sopa de margarina;
6 colheres (sopa) de manteiga;
6 colheres (sopa) de Nescau;
6 colheres (sopa) de chocolate em pó do padre;
sal e baunilha a gosto.

Modo de fazer
1 Dissolva rapidamente no fogo o Nescau, o chocolate, a margarina e a manteiga e reserve.
2 Bata no liquidificador os 4 ovos inteiros até ficarem clarinhos e, aos poucos, vá acrescentando o açúcar até misturar bem.
3 Na panela em que foram dissolvidos o chocolate, o Nescau, a manteiga e a margarina, vá colocando a mistura dos ovos com o açúcar. Acrescente o sal e a baunilha a gosto. Em seguida, a farinha de trigo peneirada, mexendo devagar com uma espátula.
4 Unte uma fôrma retangular com manteiga e farinha de trigo e asse no forno a 18 °C. Se preferir, asse em xícaras de café untadas.

 

Fonte: Casa e Comida.

SACCARO GALERIA AVENTURA

No dia 01 de outubro, os franqueados da SACCARO em MIAMI, Luiz Silva e Kátia Nascimento inauguraram mais um ponto de vendas da marca, a ADDISON HOUSE, na cidade de Aventura, há 30 km de Miami.

O novo espaço, no conceito de GALERIA, conta com 150 metros quadrados e reforça o compromisso da marca de levar aos seus clientes coleções exclusivas que representam o melhor em design contemporâneo.

 

Addison House Aventura
2850 NE 187 Street, Aventura, FL 33180

Os franqueados Luiz Silva e Katia Nascimento, com o Diretor Executivo Ivo Saccaro e o Gerente de Exportação Gustavo Scola

PROFISSIONAIS DE ARQUITETURA E DECORAÇÃO DE BALNEÁRIO CAMBORIU VISITAM A SACCARO

A Saccaro recebeu entre os dias 02 a 05 de outubro, um grupo de 10 profissionais de arquitetura e decoração da cidade de Balneário Camboriu, acompanhados dos lojistas Marilu e Marcos Nerbass e da gerente da loja, Karine Fracaro.

Na manhã de sexta-feira, os profissionais conheceram o processo produtivo Saccaro. À tarde, visita à Concept Store Caxias do Sul e um final de semana em Gramado, no Hotel Casa da Montanha, com a participação no evento Cine Gourmet: um evento temático, com decoração e cardápio baseados na exibição do filme “ Os penetras”, com a chef Ana Luiza Trajano.

Na manhã de sábado, um passeio de bicicleta para renovar as energias.

Cine Gourmet

Dymitri Lopes Walendowsky e Dayse Cristina Rodrigues

Marilu e Marcos Nerbass

 

Erico Luiz da Conceição e Karine Fracaro

Fernanda Vieira C. Xavier e Priscilla R. Borges

 

Juliana Dos Santos Petrati e Fabiane Folchini

 

Washington Granatti Junior

Ana Claudia Guerra de Souza e Phillippe Siarcos de Souza

Equipe Saccaro

Receita de batatinha gourmet

Quer surpreender os convidados com uma entradinha deliciosa e com um toque gourmet? O Vamos Receber pediu uma dica para o querido chef de cozinha Wesley Moralles, que sugeriu as deliciosas batatinhas que mostramos a vocês hoje.

Super fáceis de preparar e com uma apresentação maravilhosa, elas caem muito bem antes do almoço ou jantar e, ainda, funcionam como uma entradinha saborosa para um encontro casual à tarde.

Os ingredientes estão abaixo e a quantidade sugerida rende de 20 a 30 unidades:

Modo de preparo:
1. Lave e corte as tampas das batatinhas.
2. Faça uma cavidade de um lado com o auxilio de um boleador.
3. Cozinhe as batatas até que fique “al dente”.
4. Escorra as batatas e as disponham em uma assadeira regada com azeite.
5. Leve as batatas ao forno pré-aquecido à 180 graus por 7 minutos ou até que doure.

Modo de preparar o recheio:
1. Misture o cream cheese, o parmesão, a calabresa e a salsinha.
2. Recheie as batatinhas.
3. Leve ao forno por mais 5 minutos.
4. No momento em que for servir, salpique o bacon.

Ficamos com água na boca só de pensar. Bom apetite!

Thais Senna e sua sogra, Maria Emilia Senna, são apaixonadas por vestir a mesa, especialmente para receber amigos e familiares queridos. A dupla comanda o blog Vamos Receber, que traz sempre uma novidade sobre o tema.

Fonte: Casa Vogue